Minha Caminhada

Por que "somente pela graça"

55000
Falhas no pensar
60
Falhas no sentir
2240
Falhas no falar
215
Falhas no agir

“A graça resgatou um miserável como eu; eu morto fui, mas vivo estou, pois graça conheci!”

ReformedSound

Ainda assim Deus me salvou

Currículo? Desempenho? Repito a oração do salmista: "Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova dentro de mim um espírito inabalável"(Salmos 51.10). Se estou aqui é por causa da graça de Deus. E de meus pais, irmãos e irmãs. E de Mirian, minha esposa amada. E de Carol e Bruna, filhas abençoadas.

"Quanto aos santos que há na terra, são eles os notáveis nos quais tenho todo o meu prazer"(Salmos 16.3).

Por que somente pela graça?

A base de minha salvação não é o meu querer, mas o fato de Deus usar o seu favor para comigo. Em nenhuma instância de seu plano, Deus baseou minha salvação em minha vontade. Ele buscou sim, fazer as coisas de tal modo que minha vontade não fosse violada. Sua graça operou em mim, circunstâncias foram criadas, o evangelho foi pregado, o Espírito Santo me visitou e me fez nascer de novo, convencendo-me do pecado, da justiça e do juízo. Recebi a fé para crer em Cristo e minha vontade foi atraída com os laços de amor do evangelho de Deus. Isso, no entanto, não significa que fui eu que optei por Cristo à parte da ação de Deus em meu coração. A regeneração decorre da graça e misericórdia divinas e não de minhas decisões isoladas. Minha vontade, na conversão, reagiu estimulada pelo chamado eficaz do Espírito Santo, de modo que posso afirmar que, de certo modo, eu fui o agente da fé, cujo objeto é Cristo. No aspecto último porém, esta fé foi (e continua sendo) “dom de Deus”.

Curriculum Vitae

Resumo de realizações (pela graça e para glória de Deus).