Exposição bíblica

Curso Contemporaneidade do Pentateuco Para a Pregação

Na próxima semana, de 28/07 a 01/08, ensinarei sobre a contemporaneidade do Pentateuco para a pregação, em um módulo para alunos do curso de Mestrado em Exposição Bíblica do Seminário Presbiteriano Renovado Brasil Central. Será uma oportunidade rica de interagir com pastores de diferentes denominações, compartilhando com eles a perspectiva reformada de interpretação e teologia bíblica. São oito horas diárias de aula.

Criei uma página para o ...

Ler mais →
0

Carta à igreja de Pérgamo: A tensão entre o cristianismo e a cultura

Carta à igreja de Pérgamo (Ap 2.12-17)

[12] Ao anjo da igreja em Pérgamo escreve: Estas coisas diz aquele que tem a espada afiada de dois gumes: [13] Conheço o lugar em que habitas, onde está o trono de Satanás, e que conservas o meu nome e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha testemunha, meu fiel, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita.

[14] Tenho, todavia, contra ti algumas coisas, pois que tens aí os ...

Ler mais →
0

Carta à igreja de Esmirna: Olhando para Cristo com os pés no chão

Carta à igreja de Esmirna
(Ap 2.8-11)

[quote]

[8] Ao anjo da igreja em Esmirna escreve: estas coisas diz o primeiro e o último, que esteve morto e tornou a viver: [9] Conheço a tua tribulação, a tua pobreza (mas tu és rico) e a blasfêmia dos que a si mesmos se declaram judeus e não são, sendo, antes, sinagoga de Satanás. [10] Não temas as coisas que tens de sofrer. Eis que o diabo está para lançar em prisão ...

Ler mais →
0

Carta à igreja de Éfeso: Religião sem amor

Carta à igreja de Éfeso (Ap 2.1-7)

[1] Ao anjo da igreja em Éfeso escreve: Estas coisas diz aquele que conserva na mão direita as sete estrelas e que anda no meio dos sete candeeiros de ouro:

[2] Conheço as tuas obras, tanto o teu labor como a tua perseverança, e que não podes suportar homens maus, e que puseste à prova os que a si mesmos se declaram apóstolos e não são, e os achaste mentirosos; [3] e tens perseverança, e ...

Ler mais →
0