Liderança desconfortável

Liderança desconfortável

Como Deus encaminha mudanças bíblicas necessárias na história? Ele usa uma liderança desconfortável para demolir obstáculos e o sofisma dos clichês paralisantes.

Líderes que conduzem mudanças bíblicas e necessárias enfrentam oposição e, não raramente, sofrem um bocado. Nesses termos, eles são ordinariamente angustiados. Como Paulo, eles podem exclamar: “meus filhos, por quem, de novo, sofro as dores de parto, até ser Cristo formado em vós” (Gl 4.19). Eles amam ao Senhor e sua igreja, choram e doam suas vidas com a finalidade desta última crer, viver e funcionar biblicamente (At 20.17-35).

De tempos em tempos, Deus levanta pessoas para questionar o “sistema vigente” — crentes que se sentem desconfortáveis ao ver a igreja distante dos padrões da Palavra de Deus. Tais pessoas detectam problemas e necessidades de transformação. Isso acontece enquanto outros se acomodam. Então surge o líder bíblico incômodo, alguém que, em meio à nota de contentamento geral, se mostra perturbado diante de algumas coisas. De fato, “para que a criação ocorra, a pessoa criativa deve ser inicialmente perturbada e frustrada por um problema ou uma situação que não pode manobrar”. Talvez seja por isso que os profetas, o próprio Senhor Jesus, os apóstolos e os reformadores foram difíceis de aturar. Eles apregoaram a necessidade de mudar paradigmas — crenças, valores e comportamentos — enquanto todos em volta sentavam-se confortavelmente em suas poltronas.

Sobre este assunto, vejamos um trecho da palestra Holy Discontent (Descontentamento Santo), de Bill Hybels:

Parte inicial da palestra (10 min) com legenda em português

Palestra completa (40 min) em que Hybels se refere ao “Momento Popeye” do líder (em inglês)

Trecho da nova apostila de liderança (para o curso Liderança Bíblica do CTP, edição 2014).

, , ,

Nenhum comentário até agora.

Deixe uma resposta