Windows ou Mac OS X

Mac OS X segundo os pecezistas

A revista PC Master, edição nº 49, dedicou três páginas à avaliação do Mac OS X. Li a reportagem e fiquei de queixo caído diante da reação dos pecezistas ao novo sistema da Apple.

Observe-se que a PC Master é uma publicação totalmente voltada aos usuários de Windows e Linux. Exatamente por isso causa alarde o conteúdo do artigo, cujo olho já contém as seguintes declarações: “Veja o que há de novo no Mac OS X e saiba porque seu próximo computador poderá ser um Macintosh”.

O texto não poupa elogios ao novo SO. O sistema tem sido visto pela comunidade UNIX com “ótimos olhos” (p. 64). O OS X reúne a “estabilidade do UNIX com a amigabilidade dos sistemas operacionais da Apple” (p. 65). O projeto Darwin conseguiu um resultado “excelente” e vem realizar “o sonho de qualquer Windows” (p. 65).

A resenha demonstra admiração pelos recursos de rede, de servidor (no caso, o Web Apache), interface Aqua que beneficia tanto os usuários finais quanto os desenvolvedores, capacidade de rodar aplicações UNIX e, finalmente, instalação eficiente. Aliás, com relação a este último item, afirma-se que “esta instalação deveria servir de exemplo para todos os sistemas operacionais, uma vez que ela é bem melhor que a do Windows e a de qualquer distribuição do Linux de que se tem notícia” (p. 66).

A equipe da PCM conclui que chegou a hora dos pecezistas repensarem seus “conceitos sobre sistemas operacionais” e levanta como único ponto preocupante o preço dos computadores Macintosh no Brasil (p. 66).

Devo dizer que fiquei animadíssimo com a reportagem e comecei a refletir sobre a necessidade de realmente comemorarmos pela chegada do Mac OS X. Nós que estamos acostumados às coisas boas, temos a tendência de reagir negativamente quando nos defrontamos com as falhas do novo sistema, esquecendo-nos de que aqueles que utilizam PCs estão literalmente “babando” diante do X. Penso que precisamos moderar as críticas e esperar com calma. A Apple está trabalhando duro e trabalhando bem. Cada vez mais entendo que coisas muito boas estão chegando por aí.

Nenhum comentário até agora.

Deixe uma resposta