Profeta

Profetas: Os pontos de vista católico-romano, evangélico e reformado sobre revelação

Apostila em PDF (1.3 MB)

Ximenes não compreendia a razão que levava seu amigo Roberval a crer na doutrina da ascensão de Maria. Ele procurara no Novo Testamento uma menção a esse assunto, mas não encontrou. Roberval, um católico-romano bem
informado, explicou a Ximenes que a doutrina não se encontrava na Bíblia. A Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR), promulgou tal ensino a partir de sua “Sagrada Tradição”.[1]

Neste estudo ...

Ler mais →
O que é liderança cristã

O que é liderança cristã?

A Bíblia não nos fornece um conceito de liderança. A literatura atual sobre liderança revela duas vertentes. Uma delas afirma que “uma definição explícita [de liderança] não é necessária”.[1] Outra reúne dezenas de autores, cada um sugerindo seu próprio significado. Um autor respeitado sugere, por exemplo, que liderança é o “processo pelo qual um indivíduo influencia um grupo de indivíduos a atingirem um objetivo comum”.[2]. ...

Ler mais →
Liderança Visionária

A falácia da liderança visionária [atualizado]

O líder cristão é um visionário — um criador e articulador de visão. Ele é capacitado para formatar e comunicar uma visão com clareza. Ele sabe como motivar os crentes a assumir uma visão rumo a um alvo bíblico e desejável.

Esse é um paradigma difundido na literatura e em congressos cristãos. No contexto episcopal isso é acolhido quase que sem questionamento. O problema é abraçar e tentar implementar essa ideia no contexto de uma liderança bíblica conciliar.

Se a igreja ...

Ler mais →
Trabalho Pastoral

O trabalho pastoral

Quem é o pastor, quais são as suas atribuições e como a resposta a estas perguntas auxilia no atendimento das necessidades reais de uma igreja local? Neste estudo eu tento responder a estas questões a partir das Escrituras, da teologia e da história.

Dados teológicos

Charles Spurgeon disse: “Os ministros são para as igrejas, e não as igrejas para os ministros”.[1] A partir desta afirmação, proponho que a formulação de uma teologia de ministério ...

Ler mais →
Sex shop

Sobre um cristão montar uma sex shop

Este texto nasceu em um grupo de estudos bíblicos no WhatsApp. Alguém perguntou se seria lícito a um cristão abrir uma sex shop. Ademais, foi questionado se seria pecado um casal cristão “apimentar” a vida sexual com produtos eróticos. Lendo as postagens eu fui também informado de que existem sex shop evangélicas. Daí resolvi escrever um pouco e, ao fim da publicação, alguns irmãos me pediram para compartilhar o texto em meu blog.

O casal de Cântico dos Cânticos

O problema ...

Ler mais →
Jesus, amizade e natureza

Jesus, amizade e natureza

Jesus Cristo nos fornece o maior exemplo de valorização dos seres humanos e da natureza. Apesar de negar o pecado e reafirmar a eternidade das coisas espirituais, ele disse “sim” às pessoas e ao mundo criado por Deus. Ele cultivou amizades e encontrou as marcas da providência de Deus nas coisas belas.

Os Evangelhos citam seu relacionamento especial com Pedro, Tiago e João. Ele estabeleceu contatos profundos e abriu-se para compartilhar seus momentos de glória (transfiguração) e de tristeza (o ...

Ler mais →
Jesus nas bodas de Caná, por Veronese

A santidade de Cristo

Deus é santo e sua santidade é o padrão para os cristãos: “Segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo” (1Pe 1.15-16; cf. Is 6.3).

A maior manifestação da perfeição divina é encontrada em Cristo (Jo 1.1, 14). Ele é o “homem perfeito”, aquele que foi tentado, mas permaneceu “sem pecado”; o exemplo que devemos imitar para que agrademos ao Pai (Hb ...

Ler mais →
O que é um santo

O que é um santo

O que é um santo? Esta pergunta pode ser respondida de várias maneiras, dependendo da base religiosa de quem responde. Uns entendem que santo é aquele que ultrapassa os limites da humanidade, alcançando um nível de relacionamento com Deus mais profundo do que os crentes comuns. Tais pessoas recebem uma “graça especial” e se tornam até milagreiros (em certos casos). Por isso são “canonizados” e tornados objetos de veneração. Perfeitos. Ideais. Distantes dos padrões humanos comuns. Mediadores e dignos de ...

Ler mais →
Espiritualidade realista

Uma espiritualidade realista

A espiritualidade autêntica repousa na graça de Deus. Não temos como negar a nossa humanidade. Analisando a Escritura, observamos os homens vivendo como homens. Santos nada mais são do que homens “separados” por Deus. Continuam pertencentes à raça de Adão, com todas as suas fraquezas, limitações e angústias. Crentes são de carne e osso. Sentem fome e sede. Sonham e se entristecem, alegram-se e choram.

“Graça” é o favor imerecido que concentra o que somos e fazemos — coisas boas e ...

Ler mais →
Natal: Festa Pagã?

O Natal é uma festa pagã?

Junte-se a isso a exploração comercial: Presentear, comprar, comer pernil, chester e peru e receber (e gastar) o 13º salário. Jesus Cristo, nascido em um estábulo de Belém? Não há tempo para lembrar-se dele! Basta o comércio alimentado por uma ideia difusa de fraternidade. Tudo bem que se pense em Papai Noel e seus duendes, distribuindo pacotes pelas chaminés, cruzando os céus com seu trenó puxado por renas voadoras. A “velha história” do evangelho não parece empolgante ao homem contemporâneo, ...

Ler mais →
Liderança no presbiterianismo

Liderança no presbiterianismo

Um leitor comentou meu post Sobre Incompetência Pastoral, encaminhando as seguintes perguntas:

  1. Qual é a base bíblica para diferenciar presbítero e pastor?
  2. E qual é a base bíblica para dizer que há um líder específico da equipe dos presbíteros?

Comecei a responder e o texto foi ficando longo. Daí decidir publicar este novo post.

Os líderes da igreja

Oficiais

Concílios

Presbíteros docentes

Presbíteros regentes

Junta diaconal (diáconos)

Ler mais →
Sobre Incompetência Pastoral

Sobre incompetência pastoral

Primeiro existe a questão da vocação, do chamado específico. Nenhum pastor autêntico escolhe o pastorado. O ministro da Palavra não é um voluntário precipitado, mas alguém que recebe uma ordem superior, que lhe domina o coração, que dirige as circunstâncias externas e que o orienta de forma absoluta ao serviço cristão em tempo integral. Deus não aprova profetas autodesignados (Jr 23.21). Nesse sentido, um pastor é diferente de um engenheiro ou de um médico. Estes escolhem suas profissões — alguns ...

Ler mais →
Página 1 de 4 1234